Seu pedido

Coronavirus (COVID-19) - Para obter as últimas atualizações e informações de viagem, visite nosso Coronavirus Information Center.

:
:
:
Dias
Horas
Minutos
Segundos

Lidando com a quarentena

Os colegas da Eurail compartilham seus mecanismos de enfrentamento

 

Curioso em saber como estamos gastando nosso tempo em casa e o que estamos fazendo para manter contato com nossos entes queridos? Alguns colegas adoráveis da Eurail, de todo o mundo (temos mais de 40 nacionalidades no escritório!), reservaram um tempo para conversar com você sobre seus mecanismos de enfrentamento. Desde cozinhar refeições deliciosas até fugir em viagens virtuais, há o bastante para você se inspirar!

testimonial-slavena

Slavena (estagiária de conteúdo on-line)

 

Comecei a fazer uma lista de todos os lugares e países da Europa que gostaria de ver com a Eurail, e trabalhar de casa facilitou a criação de uma colorida lista de coisas para fazer antes de morrer. Os lugares que adicionei até agora são:

 

  • Lisboa, Portugal
  • A Riviera Francesa
  • Copenhague, Dinamarca
  • Viagem de fim de semana para Luxemburgo
  • E muitos mais!

 

Além disso, como na Holanda ainda podemos sair para passear, decidi satisfazer meu desejo de viajar indo a áreas da minha cidade (Arnhem) onde nunca estive antes. É basicamente a versão de quarentena de encontrar joias escondidas!

 

Precisa se inspirar e ter mais alguns destinos na sua lista de viagem, assim como Slavena? Confira nossos itinerários inspiradores!

Clique nas fotografias para ter mais inspiração!

 

testimonial-Zsofia

Zsófia (profissional de marketing por e-mail)

 

Eu cozinho. Sempre que quero me lembrar da Hungria, faço um prato com base em alguns dos ingredientes mais comuns: muitas cebolas, pimentão em pó e creme de leite.

 

Se o prato acaba como uma sopa, um ensopado (sim, poderia ser goulash!) ou qualquer outra coisa, eu visito meus pais e minha terra natal duas vezes em minha mente: enquanto cozinha e enquanto consume o produto final.

 

Quer sonhar com a Hungria também? Abaixo, você encontrará uma das minhas receitas tradicionais favoritas: Lecsó (pronunciado como "leh-choh").

 

Lecsó é um ensopado de legumes simples e tradicional, feito de tomate, pimentão, cebola e páprica em pó húngara. É tipicamente consumido com pão branco fresco. Os húngaros normalmente comem algo leve como isso no jantar, sendo o almoço a refeição principal durante o dia.

 

Lecsó húngaro tradicional

Lecsó — ensopado de tomate e pimentão (para 4 pessoas)

 

Tempo de preparação: aproximadamente 25-30 min

 

Ingredientes:
1,5 kg de pimenta (pontiaguda), cortada em rodelas
3 cebolas grandes, fatiadas
4-5 tomates grandes, picados
1 colher de sopa de páprica em pó doce (húngara)
Banha (tradicional) ou óleo vegetal

 

1. Em uma frigideira grande, refogue as cebolas em um pouco de óleo até que fiquem translúcidas (8 a 10 minutos). Cozinhe, não frite ou queime. Elas devem ficar perfeitas e macios.

 

Aí vem o segredo de cozinhar com páprica em pó. Este passo está faltando em muitas receitas do idioma inglês que você pode encontrar por aí, mas na verdade isso é o deixa perfeito um prato que usa páprica em pó. Sem isso, você realmente não sentirá o sabor doce de páprica e o resultado final poderá ser terrível. Aí vem: o pó da páprica precisa ser dissolvido em óleo ou gordura para revelar seus verdadeiros sabores. Lembre-se disso sempre que cozinhar um prato que contenha pó de páprica doce. Existe, no entanto, uma maneira específica de fazer isso. Vou explicar na próxima etapa da nossa receita.

 

2. Quando as cebolas estiverem macias, adicione o pó de páprica à panela quente, mexa por 2-3 segundos e retire-os do fogo. Você precisa ser rápido com isso. Caso contrário, o pó de páprica queimará e terá um sabor amargo.

 

3. Adicione o pimentão picado com um pouco de sal, cubra a panela com uma tampa e cozinhe em fogo baixo por cerca de 15 minutos. Mexa ocasionalmente. Se começar a grudar no fundo da panela, abaixe o fogo e/ou adicione um pouquinho de água (1-2 colheres de sopa) para evitar que ele queime.

 

4. Quando os pimentões estiverem macios, adicione os tomates picados e cozinhe em fogo baixo por mais 15 minutos.

 

Como resultado, você deve obter um ensopado macio e sedoso. Aprecie-o com pão branco comum ou jogue alguns ovos por cima para fazer um ovo mexido. Minha maneira favorita de comê-lo, no entanto, é como é feito principalmente nas regiões orientais da Hungria: com creme de leite (você pode substituí-lo por creme fraiche ou iogurte) e pão branco crocante.  

E mais algumas ideias:

Clique nas fotografias para ter mais inspiração!

 

Nadine (chefe de marketing)

 

Em 7 de abril, o #100dayproject começou — é um projeto de arte gratuito on-line, onde pessoas de todo o mundo se comprometem a 100 dias explorando sua criatividade.

 

Sem precisar se deslocar para o escritório por pelo menos uma grande parte dos 100 dias, pretendo escrever uma história curta com base em uma memória vivida com minha filha todos os dias. Eu tive muita dificuldade em capturar memórias "no papel" sobre ela até agora, então a quarentena parece ser um ótimo momento para começar :-)

Descubra mais da Europa: temos bastante conteúdo para mantê-lo curioso e inspirado!